Luna
Há uma certa graça em estar aqui novamente, com um novo blog em branco, esperando que eu o preencha com postagens que em pouco tempo serão motivo para nostalgia. Não sei por que o faço, mas sempre estou recomeçando. E, infelizmente, abandonando tudo que começo. Os inícios sempre me parecem mais atraentes que todo o resto. Talvez porque o início seja o ponto mais distante de qualquer fim, uma das coisas que mais me assusta. Tenho dificuldade em me desprender, sempre tive. Não entendo bem o motivo para isso.
Sou o tipo de pessoa que nunca leu Relíquias da Morte para não me despedir de Harry Potter e consequentemente da minha infância. Que é capaz de chorar com o simples fim de um seriado por saber que nunca mais o verá. Que enrola até mesmo para comer o último biscoito de um pacote. Evito pensar a qualquer custo no fim definitivo, mas pretendo mudar isso em breve, livrar-me dessa obsessão.
O horário não me permite continuar meu devaneio noturno, não que eu tenha algo mais a dizer. Desejo a todos que muito pouco provavelmente lerão isso uma boa noite de sono e uma excelente manhã.
 
 
Current Location: Sofá
Current Music: Jessie J.